FRANÇA 2015: 20 novos sacerdotes para a forma extraordinária e somente 68 para a forma ordinária
Carta 62
Imprimir Enviar a um amigoPartagez sur TwitterPartagez sur Facebook

 
 
Em França, como é hábito, a maior parte das ordenações sacerdotais têm lugar no final do mês de Junho. Como também sucede cada ano, a Paix Liturgique faz questão de transmitir alguns números que interessam à totalidade da comunidade eclesial, independentemente da sensibilidade de cada um. Infelizmente, parece que a crise sacerdotal em França continua a crecer a cada ano que passa, desde logo porque o número extremamente baixo das ordenações sacerdotais não é capaz de assegurar, a renovação dos sacerdotes franceses, bem longe disso.

O número de sacerdotes no activo nas diferentes dioceses – que, em 2014, era de 5.086 – será de 4.257 em 2024,
segundo um inquérito publicado pelo “La Croix” a 6 de Junho de 2014. Ora, este ano, o número das ordenações foi talvez o mais baixo de sempre desde a recuperação do culto após a Revolução Francesa.

Por outro lado, é verdade que este ano, uma vez mais, os fiéis e sacerdotes ligados à liturgia tradicional podem dar-se conta de novo do próprio vigor, mas, desafortunadamente, isto não chega para que se elimina o deficit global: estima-se geralmente que a “taxa de fecundidade sacerdotal” das comunidades tradicionais seja hoje equivalente ao que era a “taxa de fecundidade sacerdotal” dos católicos franceses todos juntos em 1962, isto é, aquando da abertura do Concílio.



Ordenações para a Fraternidade de São Pedro em Chartres, em 2014, conferidas por Mons. Aillet, bispo de Bayonne, Lescar e Oloron. (fotografia: FSSP)


1°/ Os números diocesanos

O número total dos sacerdotes ordenados nas diocesestocou o nível mais baixo, infelizmente:
- 68 ordenações diocesanas em 2015, é o que resulta de um comunicado da CEF – Conferência Episcopal Francesa (sendo 87 os seminaristas ordenados diáconos este ano e que, em princípio, deverão ser ordenados sacerdotes diocesanos no próximo ano de 2016)
- 83 em 2014 
- 92 em 2013
- 97 em 2012
- 109 em 2011
- 96 em 2010 
- 89 em 2009
- 98 em 2008
- 101 em 2007
- 94 em 2006
- 98 em 2005
- 90 em 2004
- 105 em 2003
- 132 em 2002
- 125 em 2001
- 142 em 2000

Ou seja, uma média de 101 ordenações por ano para a totalidade das dioceses francesas desde o Jubileu do ano 2000, e de 91 desde 2010 (545 sacerdotes ordenados). Se bem que os números fornecidos pela CEF possam ter algumas lacunas – já que alguns dos sacerdotes com vocação diocesana não estão aí incluídos, como é o caso dos que pertencem à Comunidade de Saint-Martin –, dão ainda assim uma imagem muito próxima da realidade vocacional francesa.


2°/ Os números relativos à forma extraordinária

O número dos sacerdotes na e para a forma extraordinária com vocação assimilável à dos diocesanos (excluindo, portanto, as ordenações de sacerdotes das comunidades tradicionais propriamente religiosas: beneditinos, cónegos regulares da Mãe de Deus, etc.) está a assistir a uma lenta subida: desde 2010 foram ordenados 107 sacerdotes. Incluímos aí também os que pertencem à Fraternidade Sacerdotal de São Pio X:
- 20 ordenações em 2015 (13 de institutos Ecclesia Dei, 7 da FSSPX)
- 18 em 2014 (11 ED, 7 FSSPX)
- 15 em 2013 (10 ED, 5 FSSPX)
- 20 em 2012 (9 ED, 11 FSSPX)
- 18 em 2011 (7 ED, 11 FSSPX)
- 16 em 2010 (8 ED, 8 FSSPX).


3°/ Quadro comparativo desde 2010

Desde 2010, a proporção entre as duas categorias de sacerdotes franceses ordenados pode descrever-se deste modo:
 - 77% (68 sacerdotes) para a forma ordinária e 23% (22,7) para a forma extraordinária, em 2015 (20 sacerdotes)
- 82 % (83) para a forma ordinária e 18 % para a forma extraordinária, em 2014 (18)
- 88 % (92) para a forma ordinária e 12 % para a forma extraordinária, em 2013 (12)
- 83 % (97) para a forma ordinária e 17 % para a forma extraordinária, em 2012 (20)
- 86 % (109) para a forma ordinária e 14 % para a forma extraordinária, em 2011 (18)
- 86 % (96) para a forma ordinária e 14 % para a forma extraordinária, em 2010 (16)
 
Assim, no período correspondente aos seis últimos anos, dos 652 sacerdotes franceses com vocação diocesana que foram ordenados, 545 foram-no principalmente para a forma ordinária, e 107 para a forma extraordinária. Isto é, um em cada seis sacerdotes não religiosos foi ordenado na e para a forma extraordinária do rito romano.

---

APOIE A PEREGRINAÇÃO SUMMORUM PONTIFICUM

O Coetus Internationalis Summorum Pontificum lançou uma iniciativa de “crowdfunding” para financiar a presença de uma equipa de vídeo por ocasião da próxima peregrinação do povo Summorum Pontificum a Rome, de 22 a 25 de Outubro 2015. Convidamos a todos muito vivamente a apoiar este projecto.

> http://www.kisskissbankbank.com/es/projects/ad-petri-sedem